10 mandamentos do ballet

Quem faz ballet sabe o quão cheio de particularidades é o nosso mundo e que nós como bailarinos o temos praticamente como uma “religião”, no sentido de que temos algumas regrinhas e deveres que seguimos e acabam regendo nosso estilo de vida nesse nosso mundo. Pensando nisso, trouxe os 10 mandamentos do ballet:


1) O ballet como prioridade 
Você deve dedicar grande parte de suas atenções para o ballet.
Estudá-lo, vivê-lo e respirá-lo.
Atentar-se às correções, assistir ballets pessoalmente e online e estudar como os movimentos devem ser devidamente executados. Para o lado físico, usar seu tempo livre para se alongar, fazer exercícios de fortalecimento e/ou abertura e trabalhar em movimentos que está tendo dificuldades em sala de aula. Fazer do ballet a sua prioridade significa estar procurando maneiras de melhorar sempre.


2) Não fazer ballet em vão
Avalie sempre porque você está dançando. Ir para o ballet está te fazendo feliz? Não adianta ir ao ballet porque sempre fez. Tem que ter vontade e só assim alcançará seus objetivos.

3) Escolher o ballet entre as atividades
Quando estiver em um dilema "ir ao ballet ou ir ao cinema" (por exemplo), você deverá escolher ir ao ballet. A famosa frase "não posso, tenho ensaio". Você pode e deve ter vida social, mas precisa se programar para que as demais atividades não atrapalharem seus ensaios e aulas. A vida é feita de escolhas, escolha o ballet.

4) Respeitar o professor
Independente se você concorda ou não com seu professor, com as escolhas, precisa respeitá-lo. Você não deve falar dele pelas costas, discutir com ele. O respeito que tem com ele é o que terá de volta.



5) Cuidar da sua alimentação
A alimentação da bailarina deve ser balanceada e conter todos os grupos alimentares para que não haja carência de nenhum nutriente e para evitar prejuízos relacionados à saúde.

6) Não desejar o tutu do próximo!
Nem todas as coreografias sugerem o uso de tutus. Você deve vestir seu figurino e entender seu personagem. Se a proposta não é o uso do tradicional tutu, você deve usar o que for sugerido e fazer o seu melhor. Não é a sua roupa, mas sim o seu ballet, que fará de você uma bailarina. Pense nisso.


7) Não roubarás!
Não deve se apropriar de coisas que não são suas, mesmo que essas coisas estejam esquecidas na academia, estúdio ou escola "sem dono"

8) Aproveitar cada minuto da sua aula
Concentre-se. Não deixe que seu foco seja perdido. Todo o foco precisa estar nos exercícios praticados, nas correções. Mesmo quando você parar durante a aula, como para beber água, ou enquanto é o momento de outras pessoas fazerem o exercício, fique atento! Cada momento perdido pode ser a perda de um detalhe e no ballet os detalhes fazem a diferença.

9) Se esforçar sem se matar!
Você precisa saber a hora de descansar. Identificar quando seu corpo está cansado e fazer pausas. Parece que rendemos mais quando estamos exaustos, mas é importante que cuide do seu corpo para evitar lesões graves.


10) Não cobiçar o papel do próximo
Um (a) bailarino (a) deve aceitar o seu papel, mesmo quando ele não é um dos principais. Deve fazer por amor a dança e ao invés de cobiçar o papel de outra pessoa, deve parabenizar quem recebeu um papel que julga melhor que o seu e tentar melhorar para, quem sabe, ter um papel de destaque numa próxima ocasião.

Comentários