Passos de Ballet - Como melhorar seu Tendu


Feitos na barra ou no centro, pode até parecer uma coisa tão pequena e simples, mas, não importa o tipo de técnica de dança que você está estudando (ballet, jazz, moderno / contemporâneo), battement tendu - que é o nome completo - com certeza irá aparecer nas aulas e com razão!


É através do tendu que os bailarinos se tornam consciente da energia para esticar o pé (e subir nas pontas). É também onde a força é desenvolvida no pé para saltar e pousar levemente saltos. Sem tendu (e seu parceiro tendu jeté ou dégagé) não haveria um grande jeté ou entrechat quatre. Faltaria acabamento nos pés nesses movimentos e pousar nos saltos seria difícil. Mas isso não é tudo que resultaria em falta de técnica de dança clássica ou contemporânea sem tendu. Embora possa parecer que a perna de trabalho é a parte mais importante de praticar um tendu, você pode se surpreender ao saber que a perna de apoio é igualmente crítica. Tendu é a primeira experiência do pé de uma bailarina em uma perna só (pelo menos de uma forma técnica e consciente). Pode não ser imediatamente reconhecível, mas este é o lugar onde começa a preparação para poses como arabesques, sendo o início da busca pelo equilíbrio.

Tendu significa esticado. A perna se estende até um ponto e depois fecha, é uma preparação importante para quase tudo , incluindo o aumento de colo de pé, auxilia no trabalho de subir nas pontas e o equilíbrio em uma perna.

O que você pode fazer para melhorar tendu.


- Cuidado com o peso do corpo, ele fica na perna de apoio. Nada de jogar o corpo junto com a perna de trabalho.

- Equilibrar o seu peso igualmente sobre os três pontos do pé, deixando o arco do pé de apoio levantado, mantendo todos os cinco dedos do pé no chão

- Ao fechar o tendu (especialmente quando há repetição), estar ciente de seu peso. Cuidar para não ou inclinar-se sobre a perna de apoio (o que chamamos de sentar), ou levantar o quadril de trabalho. O quadril não mexe.







- Arraste o pé ao afastá-lo e ao fechá-lo. O tendu deve passar pela meia ponta na ida e na volta.


- Manter a rotação de ambas as pernas no en dehors

- Para o tendu devant e a la second forçar o calcanhar na ida, como se a perna fosse puxada pelo calcanhar e imaginar que estão puxando os dedos na volta.

- Trabalhe o esticar dos pés desde o tornozelo



- Prestar atenção nas direções, principalmente quando fizer o derriére, para colocar a perna bem atrás e a não na diagonal.

- A cabeça acompanha o pé que está na frente, em geral.

- Apesar de estar dando atenção às suas pernas e pés, cuide das costas e dos braços enquanto faz o exercício

Dê importância ao tendu. No ballet, alguns dos movimentos mais importantes são encontrados no início da barra. 


Comentários

  1. Oii! Adorei a matéria, acho o máximo essas dicas todas que vocês colocam!
    Só um toque rapidinho: "(...)Ao fechar o tendu (especialmente quando HÁ repetição)(...)" -> porque esse "há" significa que existe a repetição, ok?
    Beijo, beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Arrumei Morgana! Obrigada! Continue acompanhando o Blog e seu puder espalhe ele por aí! Beijos Obrigada Dryelle

      Excluir
  2. Quanto faço os Battements qual a direção de cabeça que eu uso de acordo com os pés ?

    ResponderExcluir
  3. Adorei. Tem algym video para iniciante???

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigada por fazer parte do MundoBailarinístico!
Seja bem-vindo sempre!
Curta nossa FanPage: www.facebook.com/MundoBailarinistico
Siga nosso instagram: @mundobailarinistico