Como portar-se numa audição de ballet? Pergunta da Fernanda Miranda

A leitora Fernanda Miranda pediu dicas de como se comportar em audições. Então o post de hoje é dedicado à ela e para quem mais estiver fazendo audições por aí... Tanto em cias como também em escolas

A estrutura de um Grand Pas de Deux

O grand pas de deux é um estruturado pas de deux que normalmente tem cinco partes, que consiste em uma entrada (introdução), um adagio, duas variações (um solo para cada bailarino), e uma coda (conclusão). É eficazmente um conjunto de danças que compartilham um tema comum, muitas vezes simbólico de uma história de amor ou a parceria inerente no amor, com os dançarinos retratando expressões de sentimentos afetuosos e pensamentos entre parceiros românticos.

Dia da Mulher + Aniversário do Ballet Adulto KR

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher e ao Aniversário do Ballet Adulto KR a Karen Ribeiro e a Dryelle Almeida do Blog Mundo Bailarinístico estão organizando um dia inteiro muito especial de aulas de Ballet Adulto { só para mulheres }.

As aulas acontecerão na sede do Ballet Adulto KR e serão dadas pela própria Karen Ribeiro. Uma super oportunidade de conhecer o espaço, o trabalho e a história da Karen vivendo um pedacinho de 1h30 deste sonho.

Serão 4 aulas: básico, para quem quer ter ou está tendo suas primeiras experiências com o ballet; técnica em pontas iniciante, Para quem já começou a fazer aulas com sapatilhas de pontas (pode ter pouca experiência); intermediário, Para quem já fez e está morrendo de vontade de voltar, ou para quem já faz e quer dançar com a gente por 1 dia e aula de variação, que irá propor a aluna experimentar no corpo e estudar a linda variação do cisne branco, suas pantomimas, música e passos.

Com exceção da aula de variação, as outras 3 serão acompanhadas pela pianista Rosely Chamma.

Estão todos convidados a comemorar esta data tão querida com muitas felicidades com a gente!

Data: 12 de março de 2017 (domingo)
Horários:
Básico: Das 9h às 10h30
Técnica em pontas iniciante: Das 10h30 às 12h
Intermediário: Das 13h às 14h30
Variação: Das 15h às 16h30
Idade mínina: 16 anos
Local: Alameda Sarutaiá, 113-B - Jardins, São Paulo - SP, 01402-000


Inscrições: https://goo.gl/KgnBmK
Informações: mundobailarinistico@gmail.com

PRIMEIRO LOTE
Inscrições com o pagamento confirmado até o dia 28 de fevereiro
R$40,00

SEGUNDO LOTE
Inscrições com o pagamento confirmado até o dia 10 de março
R$50,00

vagas limitadas

Bailarinas e as unhas das mãos

É muito comum lermos informações sobre os cuidados com as unhas dos pés das bailarinas, afinal, elas interferem diretamente ao uso de sapatilhas. Contudo, no post de hoje eu resolvi falar das unhas das mãos. Sim! Bailarinas precisam ter pelo menos 2 cuidados (os quais eu vou explicar ao longo deste texto) diferentes em relação à pessoas "normais".

Onde Aprender Ballet em Mogi das Cruzes


Onde Aprender Ballet em Mogi das Cruzes

Projeto Dancê

O Projeto Dancê foi idealizado por pessoas que amam a dança e entendem quão ela pode ser enriquecedora na vida de adultos. A ideia é que adultos, acima de 20 ano, do bairro Pedreira (zona Sul de SP) possam ter aulas gratuitas de Ballet Clássico e Jazz Dance.

Bailarinas negras

Consolidado como uma forma de arte que segue parâmetros eurocêntricos, o balé excluiu historicamente os corpos negros da técnica clássica. Apesar dos inúmeros bailarinos negros notáveis, racismo persiste.

Por Juliana Domingos de Lima 26 Out 2016 (atualizado 18/Nov 12h03) - www.nexojornal.com.br

A Bailarina - O Filme

A animação "A Bailarina" chega aos cinemas de todo o Brasil e promete despertar o sonho de ser bailarina em muitas meninas e aos profissionais de dança, fica a missão de esclarecer o que é realidade bailarinística e o que é "faz de conta". O meu post de hoje reúne: sinopse, uma mini cobertura do lançamento, pré estreia em São Paulo; curiosidades e esclarecimentos de alguns pontos bailarinísticos importantes que precisam ser realçados.

Resoluções Bailarinísticas de Ano Novo

Que tal imprimir essa listinha de metas e entregar para suas alunas?


Entrevista Rachel Ribeiro

Solista do Theatro Municipal

Formada pela Escola Estadual de Danças Maria Olenewa, RJ.
Se aperfeiçoou com Tatiana Leskova e fez curso de especialização com a diretora do Ballet de Camaguey de Cuba, Regina Sánchez.
Premiada em diversos festivais de dança no país.
Ingressa para o Theatro Municipal do Rio de Janeiro, hoje como
II solista participa de todas as temporadas e turnês pela cia, se destacando em várias temporadas incluindo o Papel Principal, Eleita de A Sagração da Primavera de Nijinsky.
Convidada para apresentar-se em eventos grandiosos no país.
É também Professora da SIN Dança e Artes e Assistente de Direção da DAMZ CIA DE DANÇA.

Como introduzir acrobacias no ballet? Pergunta da Quézia Beatriz

O post de hoje vem em resposta à pergunta da leitora Quézia Beatriz: "Olá, Dry! Gostaria de saber se você possui alguma dica de como introduzir acrobacias no ballet, com quantos anos elas podem começar a aprender e quais aprender em cada faixa etária. Obrigada!"

Vamos a resposta:

Onde Aprender em Itapecerica da Serra

Onde Aprender em Itapecerica da Serra


Projeto Be a Bá do Ballet

Olá! Hoje venho apresentar para vocês o Projeto Be a Bá do Ballet. Conheci pelo Instagram @be_a_ba_do_ballet  e conversando com a Shamara Bacelar (umas das idealizadoras) resolvemos apresentar ele aqui para vocês.

Entrevista Liana Vasconcelos

Bailarina formada pela Escola Estadual de Dança Maria Olenewa (Fundação Theatro Municipal do Rio de Janeiro) e pela Royal Academy of Dance, de Londres. Ganhou, em 2009, o prêmio de melhor bailarina no Seminário de Dança de Brasília e foi agraciada com uma bolsa de estudos para o Conservatório de Dança de Viena.

Top 10 pares de bailarinos famosos do cinema clássico

Dominado por um grupo restrito de excelentes bailarinos, não é de estranhar que nomes como Fred Astaire, Ginger Rogers, Gene Kelly e Rita Hayworth componham os pares de bailarinos mais famosos do cinema clássico. Vamos viajar no tempo com alguns dos passos de dança mais mágicos de sempre…

O PLIÉ! Por Janaína Barros

Plié quer dizer: curvado ou ainda a “ação de flexionar os joelhos.” É um dos passos mais básicos, aparentemente simples e um dos mais conhecidos do ballet. O que muita gente não sabe é que a sua ação envolve toda uma técnica e seus fundamentos vão além de simplesmente “dobrar o joelho” Por isso, se você é daqueles que costuma chegar atrasado em aula e acha que perdeu “SÓ O PLIÉ” Tá na hora de rever seus conceitos.

Porque é que dançar faz bem ao cérebro?

Os benefícios sociais, emocionais e físicos associados à dança são mais do que conhecidos: e os mentais? Sabia que, para além de diminuir os níveis de stress e aumentar os níveis de serótina (e consequentemente o bem-estar geral), a dança tem a capacidade de nos tornar mais inteligentes, ao mesmo tempo que reduz o risco de demência. É o poder que a dança tem sobre o cérebro! Já dançou hoje?