Cuidados para não se tornar um professor de ballet ultrapassado

“O ballet clássico não muda” é o que a gente ouve constantemente e realmente, os passos são os mesmos, a técnica também, mas com o passar do tempo, muita coisa foi aperfeiçoada. Muitos estudos foram feitos, muitas inspirações de outras modalidades chegaram para que a técnica seja melhorada e para ajudar na nossa busca pela perfeição e melhor desempenho.


Não dá para ficar preso na aula que você fez quando você tinha 10 anos, dava quando tinha 20 anos e hoje você tem 40, por exemplo! Quantos exercícios foram experimentados para melhorar o alongamento, o en dehors, fortalecer musculaturas etc. Não podemos ignorar isso e achar que o que um dia a gente viveu e só o que a gente viveu é verdade absoluta e suficiente para sermos professores, sem ficarmos ultrapassados.

Estude!
Existem muitos cursos de aperfeiçoamento para professores. Com dicas, troca de experiências etc.

Leia!
Ler faz parte. Procure livros, blogs de referência, no Brasil e fora.
Vai encontrar muitas referências.

Assista espetáculos e tire o melhor deles como inspiração
Muitos profissionais tendem a sempre criticar o trabalho do outro sem olhar pro próprio umbigo e o pior: sem lembrar de todas adversidades que puderam fazer parte do processo para aquele espetáculo ficar pronto.

Procure outras modalidades
Você precisa saber como elas são e o que se aprende nelas, até mesmo para ajudar seus alunos num momento de escolha deles. Você pode não gostar do contemporâneo, por exemplo, mas ele é importante. É para onde muitos bailarinos migram e encontram mercado para se profissionalizar.

Abra sua mente
Não adianta ficar preso no ballet clássico de olhos fechados para tudo que está acontendo na dança à sua volta. Seus alunos precisam de orientações pautadas na realidade e não nas suas opiniões e gostos pessoais.

Assista aulas de outros professores
Sua aula não é a melhor do mundo! Outros professores dão aulas tão boas ou melhores do que as suas. Busque aprender com essas aulas.

Atualize-se
Sua aula não pode ser a mesma para sempre!!!!!
Aquelas mesmas sequências manjadas que todo mundo que vai fazer sua aula já sabe o que vai acontecer. Enjoa, cansa e dá impressão de que você não sabe fazer outra coisa e que tem preguiça de 
preparar as aulas.

Prepare suas aulas!
Faz parte do processo de dar aulas. Sua aula não é apenas dada no momento em que ela acontece. Existe o antes, a preparação. A decisão de quais exercícios dar e porquê. Quais resultados você precisa. Quais músicas são adequadas. É um tempo extra que você precisa reservar.



Ouça seus alunos
Eles de darão opiniões e direções a seguir.
Muitos professores perdem os alunos e ficam achando que a pessoa quis parar de fazer ballet quando na verdade a pessoa desistiu por causa da aula que ela fazia. Por não ver resultados; por não aguentar mais fazer as mesmas coisas.


Não confunda o pessoal com o profissional
Você pode e deve ser amigo de suas alunas, contudo não pode confundir. Hora da aula é hora da aula. Não é hora de ficar falando sobre sua vida pessoal e problemas, a não ser que isso de alguma forma esteja relacionado à aula.

Comentários