Exercícios para fortalecer os pés (e tornozelos)


Alguns estudantes de ballet têm técnica e dançam muito bem, no entanto sofrem com pés fracos, algo que é um verdadeiro problema, uma vez que bailarinos devem ter pés fortes, ter um bom equilíbrio e bom trabalho de pontas como para evitar acidentes.

A importância de fortalecer os pés

Especialistas alertam que uma vez fragilizados, os pés, os dedos e os tornozelos comprometem a saúde e o desempenho dos bailarinos, podendo causar lesões durante a prática de exercícios. Para fortalecê-los, a recomendação é que, de vez em quando, se faça treinos específicos, descalço.

Seguem alguns exercícios para fortalecer os pés (e a região do tornozelo).

1.Suba em elevé com os dois pés, então faça um plié forçando o colo do pé para baixo, desça os calcanhares devagar e estique as pernas.Você pode fazer esse exercício em primeira, segunda e com os pés paralelos na sexta posição.

2. Faça elevés com um pé, mantendo o outro em coupé. Faça em média 16
elevés em cada pé. Faça releves também, da mesm forma.

3. Fique com a parte anterior (peito) dos pés em cima de um degrau ou qualquer superfície mais elevada, mantenha os calcanhares numa posição mais baixa em relação ao degrau e faça elevés. Trabalhe os dois pés de uma vez e só quando realmente se sentir confiante tente trabalhar um pé de cada vez. Lembre-se de se apoiar em algum lugar para evitar acidentes.

4. Sente-se com uma perna esticada, movimente o pé de flex para ponta passando devagar pela meia-ponta. Tente ao máximo fazer seus dedos tocarem o chão.

5. Sente-se com as duas pernas esticadas à frente (como se estivesse em primeira posição), faça o mesmo movimento do exercício anterior, mas com as duas pernas en dehors, tentando encostar os dedos mindinhos no chão.

6. A sugestão é colocar objetos pequenos no chão, como dados ou bolinhas de borracha, e pegá-los com os dedos dos pés.


7. Puxar uma toalha esticada com os dedos do pé, trazendo-a em sua direção, também fortalece a região e evita canelite e fascite plantar, que é uma inflamação ocasionada por microtraumatismos de repetição no local onde fica localizada a curvinha do pé.

8. Sente-se confortavelmente numa cadeira ou no sofá e agarre os dedos do pés com ambas as mãos, posteriormente puxe os dedos para trás até começar a sentir o arco do pé a esticar. Repita 3 a 4 vezes.

Confira alguns no vídeo ;)

4 comentários:

  1. Dicas Ótimas Pois vou comprar minha ponta e já sei como fazer tudo certinho ! Obg

    ResponderExcluir
  2. muito obg pelas dicas,agora subo muito melhor na ponta! ; )

    ResponderExcluir
  3. Oi Dry, adoro seu blog, me auxilia muito!
    Gostaria de pedir um post onde você explica melhor onde devemos sustentar os pés nas pontas. Acabo forçando muito os dedos em vez do colo, necessito de um help! Obrigada e um feliz natal! <3

    ResponderExcluir

Obrigada por fazer parte do MundoBailarinístico!
Seja bem-vindo sempre!
Curta nossa FanPage: www.facebook.com/MundoBailarinistico
Siga nosso instagram: @mundobailarinistico