Papo de Bailarinos - Medo de Piruetas

Não sei ao certo o porquê, mas conheço muita gente, amigas (os) e alunas (os) que tem medo de virar pirueta! Eu tento entender, mas não consigo. Piruetas não são fáceis, mas também não são bichos de sete cabeças.

O que percebo é que este desespero gera um “se jogar”, quando para você conseguir virar precisa estar bem colocado e seguir todo um passo-a-passo. Não adiantar achar que vai sair girando por aí, do nada, sem pensar, que não vai.

Se você lembrar dos pliés (antes e depois), sair de uma posição, estiver com a postura colocada, manter os braços alinhados e fechá-los rapidamente ao girar, manter o passé en dehors, o demi pointé o mais alto que conseguir, marcar a cabeça num ponto fixo, abdômen e quadril presos, não tem como errar.

Todos os passos citados acima são ensinados antes de aprender a fazer pirueta. Quando tudo estiver sob controle a pirueta sai. Claro que tem gente que é “pirueteiro”, parece que gira fácil, sem maiores esforços. Mas se este não for o seu caso ou até mesmo que seja, precisa ir com calma.

O pavor de girar só vai piorar.

Precisa pensar.
Precisa dar atenção a cada parte do seu corpo.
Precisa impulsionar.

E depois é treino. Muito treino! Dê muitas piruetas por aí para conseguir dar duplas, triplas piruetas.
Não é sonho, mas exige trabalho e cautela.
Muita calma nessa alma!

Bom giros!