Lenda da dança Tatiana Leskova, 95, remonta obra em São Paulo

Espetáculo será apresentado no Teatro Sérgio Cardoso, no dia 26 de janeiro,  e conta com a participação da brasileira Paula Penachio, primeira-bailarina do Ballet National de Sodre, em Montevidéu.



 Aos 95 anos, a bailarina russa, Tatiana Leskova –  radicada no Rio de Janeiro desde 1942 – é um dos maiores nomes da dança mundial ainda em atividade. Privilégio dos bailarinos brasileiros que participam no mês de janeiro do III Fórum de Ballet e Dança, organizado e dirigido por Guivalde de Almeida e que sobem ao palco do Teatro Sérgio Cardoso no dia 26 de janeiro, às 21h, para apresentarem um repertório dedicado ao coreógrafo Marius Petipa (1818-1910). Leskova assina a remontagem de As Bodas da Princesa Aurora, balé em um ato, apresentado pela primeira vez no ocidente em 1921 pelo Ballets Russos, de Sergei Diaghlev.

 “Para nós, a 3a edição do Fórum de Ballet e Dança é algo muito significativo por juntar bailarinos do Brasil inteiro para aulas e uma montagem. Mas esse ano, pela presença da D. Tatiana, ele se torna ainda mais especial”, fala Guivalde de Almeida, diretor do Fórum. “Estar ao lado de uma lenda da dança e aprender com ela é realmente algo extremamente significativo para vida desses bailarinos. Essa participação se deu no nosso evento por conta de uma parceria com o Mestres da Dança, que tem como objetivo homenagear grandes nomes da dança do Brasil e ao mesmo tempo fazer com que os jovens tenham contato com esses artistas”, completa.

 A noite também celebra o bicentenário de nascimento de Petipa com trechos de suas obras mais emblemáticas como: O lago dos Cisnes (1895), Don Quixote (1869), La Bayadère (1877), Paquita (1847) e O Corsário (1858). “O público terá a chance de conhecer o trabalho do coreógrafo que revolucionou o balé clássico no seu tempo e até hoje inspira artistas em todo mundo”. Como convidados especiais, a apresentação trará a brasileira Paula Penachio, primeira-bailarina do Ballet National de Sodre, em Montevidéu.


TATIANA LESKOVA | REMONTAGEM:  Aos 95 anos, ainda ativa, Tatiana Leskova ou Dona Tânia, como é chamada por alunos e bailarinos, é figura fundamental para a dança brasileira. Bailarina, professora e coreógrafa fez sua formação em Paris e dançou no Original Ballet Russe do Colonel de Basil, uma das duas companhias fundadas por remanescentes do Balés Russos.  Chegou ao País em 1942, em turnê com esse grupo, e passou a viver no Rio de Janeiro. Foi diretora e bailarina do Balé do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Por suas mãos, o BTMRJ se transformou em uma das companhias mais prestigiadas da dança clássica do País: remontou e dançou grandes clássicos de repertório. Trabalhou com Léonide Massine (1895- 1979), de quem recebeu o direito de remontagem de seus balés sinfônicos. Por conta disso, Leskova deu continuidade à sua carreira internacional. Como remontadora, trabalhou em companhias na Inglaterra, Estados Unidos, França (na Ópera de Paris, convidada por Nureyev – 1938 – 1993) e Países Baixos, além de participar como convidada ou homenageada de festivais e seminários. No Brasil, além do Theatro Municipal do Rio remontou balés para a São Paulo Companhia de Dança e outros grupos. Aos 94 anos, continua ativa, e é a primeira vez que faz uma remontagem para o Fórum de Ballet.


GUIVALDE DE ALMEIDA | DIRETOR: É professor de balé, repositor coreográfico e diretor da Cia Brasileira de Danças Clássicas – antes Especial Academia de Balé - ocupando um lugar de destaque no cenário da dança nacional. Iniciou suas atividades artísticas com sua mãe Aracy de Almeida, que orientou suas escolhas na carreira de professor- ensaiador. Desde 1989 tem preparado alunos para espetáculos e concursos trazendo para São Paulo e para o Brasil vários prêmios. É idealizador e diretor das Temporadas do Ballet Russo que já foram realizadas nas cidades de São Paulo e Praia Grande, trazendo ao Brasil durante esses nove anos os maiores pedagogos da escola russa de balé. Desde 2015 é delegado do Conselho Brasileiro da Dança (CBDD) – vinculado a Unesco - do Estado de São Paulo. É coach (professor e ensaiador) de diversos bailarinos brasileiros e participou de importantes festivais em Lausanne, Moscou, Nova Iorque, Osaka, Nagoya, Tokio, Havana, Buenos Aires, Jackson, Rieti e Paris. É professor convidado e muitas vezes jurado nas mais conceituadas escolas e eventos por todo o Brasil, como por exemplo do Encontro Internacional de Dança do Pará - evento mais importante do norte do país - há dez anos. Durante três anos consecutivos foi professor convidado na cidade de Medellín- Colômbia, trabalhando com grandes nomes da dança daquela região. De 2013 a 2015 trabalhou como maitre de ballet e ensaiador na São Paulo Companhia de Dança, além de ensaiar as mais importantes obras da companhia trabalhou ao lado de Mario Galizzi na montagem da obra La Sylphide, versão de Bournonville. Dirige a Especial Academia até hoje, e é um de seus principais professores, colocando no mercado de trabalho os melhores bailarinos do nosso país.


PAULA PENACHIO | BAILARINA CONVIDADA:  A brasileira Paula Penachio é primeira-bailarina do Ballet Nacional de Sodré, em Montevidéu, no Uruguai, companhia com a qual atua desde 2013. Foi solista da São Paulo Companhia de Dança, de 2008 e 2013, e atuou como bailarina convidada do Balé de Santiago. Também teve papel de destaque na São José dos Campos Companhia de Dança e na Companhia Brasileira de Danças Clássicas. Sua habilidade técnica e sua sensibilidade nas interpretações a faz transitar entre os papéis principais de grandes obras do repertório clássico, como Giselle, Dom Quixote, Paquita, O Quebra-Nozes, Onegin, O Lago  dos Cisnes, Tchaikovsky Pas de Deux, entre muitos outros.


Serviço: III Fórum de Ballet e Dança. Apresentação no dia 26 de janeiro, às 21h, no Teatro Sérgio Cardoso (R. Rui Barbosa, 153)| Tel. 11.3288-0136 |120 minutos | Livre | Ingresso: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia)