Sapatilha de Ponta, quem inventou?

Outro dia no Ballet estávamos a falar sobre as dores e machucados nos pés por causa das sapatilhas e uma menina falou "quem foi o doido que inventou isso?" e eu respondi "foi o pai da Taglioni rsrsrsrs na hora foi engraçado, porque ela não sabia e não esperava que ninguém respondesse aquela pergunta...

Resolvi trazer aqui um pouco mais sobre ele!

Filippo Taglioni nasceu 5 de Novembro de 1777 e morreu em 11 Fevereiro 1871. Foi um bailarino e coreógrafo italiano e professor pessoal da própria filha, a famosa bailarina Marie Taglioni.  E, embora a versão de August Bournonville seja mais conhecida, foi Taglioni o coreógrafo da produção original de La Sylphide, que foi apresentada pelo Ballet Ópera de Paris na Salle Le Peletier e foi coreografada por ele com música de Jean-Madeliene Schnietzhoeffer. Os papéis principais foram dançado por sua filha Marie Taglioni e Mazilier Joseph.

Além de ser conhecido como o criador do primeiro Ballet Branco ele também é lembrado como o criador das sapatilhas de pontas. Ele queria que parecesse que a filha bailarina estivesse flutuando. Quando Marie Taglioni  dançou La Sylphide nas pontas, os sapatos eram nada mais do que sapatilhas de cetim modificados; as solas eram feitas de couro. As sapatilhas deste período não oferecia apoio nem conforto.

De grande importância para história do Ballet Clássico.
Muitas vezes vemos muito se falar sobre a primeira bailarina a usar sapatilhas de ponta e esquecemos de falar do criador.

Um Beijo
Dryelle

Comentários