ESCOLA DE BALLET

Como a arte da dança pode chegar ao maior número de pessoas? 

Foi essa pergunta que moveu Lucianne Murta, diretora artística da Lucianne Murta Escola de Ballet (LMEB) a ampliar ainda mais a sua proposta artística, já desenvolvida dentro de duas de suas unidades: Vila Nova Conceição e Morumbi.


Depois de comemorar 15 anos de LMEB no palco do Theatro Municipal de São Paulo acompanhada da Orquestra Bachiana com o maestro João Carlos Martins e Ana Botafogo e de se apresentar no palco da Sala São Paulo, em dezembro do ano passado, ela prepara a inauguração do terceiro complexo de dança que leva o seu nome, no bairro da Chácara Flora, em São Paulo. A inauguração está marcada para o dia 31 de março, às 11h, com a presença de grandes personalidades da dança do Brasil e apresentações de dança.

Quando abri a Lucianne Murta Escola de Ballet, o meu maior desejo era o de ensinar e dividir o
conhecimento que tinha adquirido pelo mundo. Não imaginava o quanto poderia aprender e como essa escola transformaria a minha vida e a de todos que por aqui passaram. Tenho a certeza de que com a abertura da nova unidade mais pessoas poderão ter contato com a dança e nós teremos a chance levar ainda mais arte para todos”, fala a diretora. “Se essa aluna vai ser bailarina? Não sabemos. Mas se ela for professora, advogada, juíza... o que ela quiser, a dança vai ter modificado a sua história em alguma medida”, completa Lucianne.

A Lucianne Murta Escola de Ballet foi fundada em 2002, na cidade de São Paulo, e apresenta com
responsabilidade e profissionalismo um programa de ensino/aprendizagem por meio de aulas técnicas, atividades lúdicas e contextualização teórica. Seu corpo docente, atualizado constantemente no Brasil e exterior, é apto para trabalhar as potencialidades e fragilidades individuais de cada criança. Suas três unidades possuem estrutura de sala de aula adequada (piso, som, piano, espelhos, barra) para um melhor aprendizado.

ESTILOS | 

A grande novidade de 2019 é que além das aulas de balé clássico, a LMEB oferecerá aulas de sapateado americano e jazz lírico. “Assim como temos excelência no ensino do balé clássico, procuramos as melhores profissionais da área para assinarem a coordenação e a metodologia nos novos estilos. Christiane Matallo será a responsável pelo sapateado americano e a Erika Novachi, pelo jazz lírico”, conta a diretora. “Hoje elas são a grande referência nessas modalidades, levando a sua arte inclusive para o exterior”, completa, Lucianne.

No balé clássico, a LMEB trabalha com duas metodologias inglesas de ensino: Royal Academy of Dance(RAD), reconhecido internacionalmente como um dos mais importantes métodos do mundo, presente em mais de 70 países e Melody Movement Early Learning, um programa focado em desenvolvimento, cognição, espaço, lateralidade, criatividade, consciência, além de introduzir habilidades como conceitos matemáticos, cor, forma e vocabulário para crianças acima de 18 meses. A LMEB é a única escola do Estado de São Paulo a possuir essa metodologia.

INAUGURAÇÃO |

Durante a inauguração da nova unidade, na Chácara Flora, os convidados poderãoassistir a apresentações de sapateado americano de Christiane Matallo, que virá acompanhada do
percussionista americano Jim Hamilton e também uma aula aberta de jazz lírico, assinada por Erika
Novachi. “Queremos que as pessoas vejam de perto o trabalho que vai ser desenvolvido dentro da nossa Escola por meio de exemplos vivos e, claro, que também possam conhecer mais intimamente essas artistas”, fala a diretora. “Queremos que o público entenda como esta dança se molda ao corpo, como essa metodologia será aplicada na LMEB e um pouco mais da história deste estilo. A LMEB oferece experiências de arte. Transforma dança em educação”, completa a diretora.

PARA DANÇAR|

Inauguração da terceira unidade da Lucianne Murta Escola de Ballet (rua Conde de Itu,
652). Dia 31 de março, domingo, a partir das 11h.