Ballet na Paulista

Formado por 04 meninas sonhadoras e muito corajosas que em uma atitude inusitada foram à rua dançar Ballet Clássico para realizar um sonho de dançar na França em um Festival na cidade de Lyon. Contaram com o apoio incondicional de suas mães e pais e de todos que as viram na rua dançando em busca deste sonho.


Em outubro de 2012 a escola onde as meninas faziam ballet recebeu um convite pra participar de um festival em Lyon na França e a professora estendeu o convite a todas as alunas. Claro, todas as meninas da escola ficaram muito empolgadas com esta possibilidade. Porém, todas são de famílias simples. No começo a resposta dos pais foi não. Passado alguns dias soubemos que a passagem seria parcelada em 10 vezes.

Passamos a pensar que talvez fosse possível. Aos poucos fomos aderindo ao pacote, mas, faltava o dinheiro pros gastos com hospedagem, transportes locais e a subsistência delas durante 10 dias, pois, iriam com a professora que se programou pra aproveitar a viagem com a família dela. Em meados de fevereiro a Rosana Cristiane teve a ideia de dançar na rua pra ajudar aos pais a levantar o dinheiro pra esta viagem e convidou mais três amigas; Giovana Furlan, Bianca Ramos e Julia Togni. Exatamente em 02 de março de 2013, um sábado pela manhã, duas mães; Marta Maria (mãe da Rosana) e Sandra Furlan (mãe da Giovana) foram até a Av. Paulista estudar o melhor espaço onde poderiam esticar o Linóleo para a primeira apresentação das meninas. Após este reconhecimento, voltaram e na parte da tarde lá se foram: Rosana Cristiane, Giovana Furlan, Bianca Ramos e Julia Togni e as mães Marta Maria, Sandra Furlan e Eliane Pregnolato aventurar-se nesta ação inusitada e cheias de dúvidas, mas com uma certeza...VAI DAR CERTO. (Precisa dar, pois, não tínhamos uma segunda opção!) Claro, que no primeiro dia foi muito difícil pras meninas, por vergonha, pois, não sabiam como as pessoas iriam reagir.

Aos poucos foram se soltando e começou ai uma grande comoção por todos que ali passaram e viram estas quatro meninas dançando na rua em cima da ponta pra realizar o sonho delas. No domingo foi a mesma situação... encantaram a todos. Na segunda-feira, começaram a sair várias publicações em sites, jornais e recebemos o telefonema da equipe do Programa Legal do SBT pois haviam tomado conhecimento de nossa história e queriam fazer uma gravação pra ver se entrava na grade do programa. Foi pra nós uma grande surpresa.

Marcamos de gravar na Paulista na 5ª feira, 07/03/2013, e para nossa surpresa durante esta gravação surgiu o Celso Portiolli e nos convidou pra estarmos ao vivo no programa dele no dia 10/03/2013. Na terça feira, dia 05/03/2013 a revista VEJA entrou em contato pra agendarmos de fazer uma matéria no sábado dia 09/03/2013, fizemos esta matéria ficou muito legal. No dia 10/03/2013, no Programa Legal fomos agraciadas com o Patrocínio da Empresa que doou R$ 15.000,00 para o grupo. A viagem era para o dia 18/04/2013. Nós quando pedimos a ajuda não imaginávamos o real custo da viagem, quando começamos a por em prática o que se precisava (mala, roupas de frio, transportes e alimentação) percebemos que o dinheiro ganho não era ainda suficiente e, portanto precisávamos continuar a dançar na rua e o fizemos. Foram dias maravilhosos por tudo. Tivemos apoio de vários veículos de comunicação; sites, jornais, TV.


Conseguimos levantar o dinheiro e elas fizeram a viagem, mas, infelizmente, tivemos uma grande decepção com a professora, pois, no dia das meninas se apresentarem em grupo ela chegou com 03h de atraso no festival e as meninas dançaram apenas como Mostra e não puderam competir. Mas, conseguiram ser aplaudidas de uma forma ímpar naquele teatro.

De volta à São Paulo, voltamos para uma última apresentação em agradecimento a todos que nos ajudaram, mas, enquanto dançavam muitos chegaram a nós e diziam pra não parar. Quando veio uma equipe da Veja e nos perguntou se podia postar que faríamos apresentações constantes uma vez que já fazíamos parte do Roteiro Cultura da Av. Paulista e ali, naquele momento, decidimos que sim. Vamos dar continuidade e estamos assim até hoje. Sempre que possível vamos à Rua nos apresentar para nosso público e sempre a novos admiradores desta linda arte; BALLET CLÁSSICO.

Curtam as meninas no Facebook: