Perna de base ballet

É sobre os pés que colocamos nosso peso, que pode estar dividido ou não. Perna de base na linguagem bailarinística é a perna que não está trabalhando. Em alguns momentos chamamos de pé de base ao invés de perna de base, mas dá no mesmo.
O pé de base pode estar no chão, na meia ponta, ou na ponta.

É no pé de base que fica o peso.  Por meio dele é que obtemos a energia para execução dos movimentos. Essa energia é gerada a partir do contato deste com o piso.

Temos que cuidar para que a perna e o pé de base não sejam esquecidos. Manter o en dehors, força na perna, não "sentar" a perna de base, deixando o quadril se mexer e entortando o corpo, perdendo a postura.Ao "sentarmos" na perna de base, perdemos o trabalho postural e quando a perna de trabalho precisa voltar para o lugar inicial, ela não cabe na posição. Colocando seu peso contra a gravidade, seu peso aumenta, perde a leveza e aparecem as dificuldades.

Quando a perna de pase estiver no plié, empurre o chão e abra o joelho. Quando estiver na meia ponta, mantenha o joelho esticado e a meia ponta mais alta que conseguir.


Se o movimento não for na meia ponta ou ponta, o calcanhar deve permanecer no chão, principalmente quando o passo é no fondu. Além de ter um papel fundamental no equilíbrio também funciona como freio e apoio.

Comentários