Dicas de Ballet: Das aulas para o palco

Está aí um assunto legal. Eu sempre digo "precisam levar o que praticam e aprendem nas aulas para a dança de vocês". O que mais vemos são pessoas com aulas maravilhosas, exercícios bem feitos porém que não são aplicados quando vemos essas pessoas dançando.
O objetivo de aprender todos os passos e sequências é combiná-los em coreografias depois.
Tudo aquilo que se aprende, que se treina, que se repete, que se aperfeiçoa durante horas e horas em aulas e ensaios precisa ser visto ao dançarmos. Todo o trabalho precisa ser mostrado. E isso só será possível se fizer a coreografia com atenção.

Temos a péssima mania de nos jogarmos ao dançar! Vamos fazendo tudo sem pensar em todos os pontos que pensamos quando estamos em aula.

Muita gente adora coreografias! Tem essa parte do ballet como a parte favorita, contudo, coreografias não são apenas desenhos e combinações de passos. Elas precisam ser bem dançadas. Precisam de técnica.

Outro probleminha das aulas pro palco são as direções. Ficamos um pouco perdidos ao sair do lugar que sempre ensaiamos. A dica é: passar muito as coreografias mentalmente, já imaginando o palco e também ensaiar mudando a frente em alguns ensaios.

Também é válido fazer o inverso: aulas como se estivesse no palco. Como se alguém assistisse você! É bom para treinar e acostumar com as expressões e postura.


Comentários