Você no Mundo Bailarinístico - Giovana Inácio dos Santos

Hoje é dia de conhecermos a história da Giovana. Uma linda! Conheci ela no Workshop para Ballet Adulto no Ballet Adulto KR e ela teve a generosidade de dividir a história dela com a gente aqui. Inspirem-se!



Fui uma criança muito tímida, mas minha vida sempre foi muito ativa.
Fiz ballet na minha infância e por incrível que pareça eu nato tenho lembranças alguma. Apenas sei que desejada isso para minha vida, viajar pra fora do Brasil por meio da dança.   Um triste dia eu cai da sapatilha de ponta e rompi o tendão, logo, cirurgia. Durante a recuperação peguei uma bactéria que me deixou internada por 180 dias impossibilitando uma boa recuperação da cirurgia. Durante esse tempo no hospital eu lembro de alguns momentos onde pessoas discutiam sobre a minha pessoa dizendo que não andaria mais, onde minha mãe chorava, onde eu me perguntava porque.  Esse tempo ruim passou me deixou com o tornozelo inchado pela não recuperação e 140kg, quando me vi no espelho eu só chorava, não saia de casa, tinha nojo de mim.  comno tempo e muitos amigos fui melhorando e voltando a me socializar. Tentei voltar a dançar achando que seria muito bem aceita e o que eu recebi como resposta foi:BAILARINA GORDINHA NÃO PARA EM PÉ NA CAIXINHA.
Abandonei meu sonho, joguei todas as lembranças que tinha referente ao ballet fora (roupas, sapatilhas, adereços, fotos) e fui estudar, trabalhar, estudar, trabalhar....
Nesse tempo fiz axé, emagreci um poucoe nunca mais pensei em dançar até o dia em que eu fui no aniversário de uma amiga em um lugar que as pessoas dançavam dança de salão.  
Gostei e fui procurar um lugar pra fazer aula aí encontrei o Studio contratempo, como tudo que eu faço eu sou muito intensa, eu queria fazer tudo aí eu fui conhecer as modalidades individuais . Foi aí que eu conheci a Carol minha professora e hoje minha melhor amiga , ela estava com um casaco da Unifesp escrito psicologia, fiz algumas aulas e logo nos tornamos amigas.
Com a Carol o desejo e alegria pela dança que estava adormecida, acordou. A turma maravilhosa que cresce a cada mês! 
Buscamos grupos de estudos, workshops, aulas teóricas. Tudo para melhorar a nossa dança. surgiu a oportunidade de me formar no ballet adulto na escola balé jovem de São Vicente e a três meses corro atras do meus sonho, podendo dizer que minha alma voltou a voar. E o workshop que fiz com a Karen foi o momento mais emocionante da minha vida de bailarina... onde eu tive a certeza de que eu posso e que fico sim em pé na caixinha...

É isso... segue em anexo a foto do momento mais que emocionante. 

Grande beijo

Um comentário:

  1. Anônimo07:54

    oi, estou com uma dúvida horrível. Na minha academia as alunas se alongam primeiro e depois fazemos a aula normal, masru vejo em outras academias que as alunas primeiro fazem algum tipo de exercício e depois se alongam. O que eu normalmente faço na minha academia é certo?

    ResponderExcluir

Obrigada por fazer parte do MundoBailarinístico!
Seja bem-vindo sempre!
Curta nossa FanPage: www.facebook.com/MundoBailarinistico
Siga nosso instagram: @mundobailarinistico