A importância do professor de ballet

Eu e minhas pesquisas! Sempre buscando conteúdos interessantes para nós, bailarinos, professores, amantes de danças. Estava aqui lendo um texto do Rodrigo Contó sobre a importância do técnico (falando para corredores) e resolvi fazer uma adaptação bailarinística do mesmo, pois a dedicação e a importância a que ele se refere tem tudo a ver com a dança...


Para quem tem um sonho de se tornar um bailarino profissional é importante saber que a preparação deve ser feita com muito cuidado, para isso o papel do professor junto aos seus alunos é algo muito diferencial. 
Desde o apoio psicológico, até as correções, dicas de comportamento, troca de experiências e vivências. 
É importante ressaltar que os alunos, independente de seu nível precisam encarar qualquer aula, ensaio ou apresentação como um momento mágico, depositando sua total intensidade e concentração, para poder conquistar a cada momento seu rendimento máximo, com sensação de conquista e bem-estar. 

Falar em máximo sem esforço é algo contraditório, porém falar em esforço com segurança, com boas respostas do organismo, com sensação de " querer mais ", é um passo certo para a conquista de qualquer objetivo.  

O difícil não é só dançar, e sim o percurso de se chegar a dançar bem! Passar por momentos altos e baixos, com confiança ou muitas vezes dúvidas, faz parte de quem vive no mundo de desafios.  

Conhecer o aluno, como um pai conhece o filho, saber tirar dele todo seu potencial, e participar ativamente no processo de seu rendimento, diferencia um professor de outros.

Não trabalhamos com máquinas, e sim seres humanos.  Na hora correta vale bronca, no momento de aflição, vale carinho. Ser profissional nessa área, acima de tudo, é ser muito humano. 

Trabalhamos com sensações, alegrias e tristezas, conquistas e frustrações. O treinamento nunca será uma receita de bolo, pois cada pessoa reage de forma diferente, sente de forma desigual e espera algo do seu "mestre” que só ele saberá no tempo certo e na medida certa, fazê-lo. Portanto, antes de qualquer resultado, um bom caminho, é você se interagir com seu professor de forma amiga, honesta e dedicada.  

Estar nesse mundo bailarinístico é algo fascinante, que requer muitos estudos, atualizações permanentes, intercâmbio profissional constante. Isso não isenta de cometermos erros, mas aumenta de forma significativa, a chance de acertarmos. Um profissional competente se mostra constante em suas atitudes, e não simplesmente com resultados esporádicos. Perceba isso, analise as atitudes de quem o orienta, e se cerque de alguém que cumpra os requisitos essenciais para sua orientação.