Diário de uma bailarina V - Por Maysa Nagy

Diário de uma bailarina
Você é curiosa?
O que é isso? Por quê? Hein? Como? De onde é? Explique-me mais...

Ser uma pessoa curiosa às vezes é bom e na maioria das vezes não legal. Mas durante as aulas de ballet, a curiosidade é muito bem vinda. Isso mesmo! Desde que ela esteja relacionada com a aula. Quanto mais a bailarina questionar o professor, querer saber sobre o assunto e o porquê daquilo que está aprendendo, melhor bailarina ela será.
Sempre queira saber mais dessa arte, leia sobre, assista vídeos, ballet’s de repertórios e ensaios das grandes Companhias. Pesquise sobre a trajetória dos grandes bailarinos e se inspire.
Não deixe para ser bailarina apenas nas aulas, seja curiosa! Mande email para seu professor fazendo perguntas, peça para que ele indique leituras para você. Hoje temos acesso a muitas matérias legais na internet, artigos, vídeos, devemos aproveitar para ampliar nossos conhecimentos, mas também encontramos falsas informações, precisamos ficar atentos, por isso converse sempre com seu professor e se informe sobre os melhores lugares para pesquisar. Fique por dentro de tudo que acontece no mundo da dança, festivais, competições, turnês das companhias, noticias e editais de cultura.
Aproveite e compartilhe com seus amigos o que você tem descoberto, troque informações e se divirtam. Afinal, conhecimento nunca é demais!
Deixo um recadinho especial para você que quer crescer cada dia mais como bailarina...
Vai, ó preguiçoso, ter com a formiga, observa seu proceder e torna-te sábio: ela não tem chefe, nem inspetor, nem mestre. Prepara no verão sua provisão e apanha no tempo da ceifa sua comida. (Provérbios 6, 6-8)
Um beijo e reverence!