Dança Contemporânea

A Isabelle enviou um e-mail perguntando:

"Gostaria de saber o que preciso ter,fazer para iniciar na dança contemporânea?"

Não existem pré-requisitos para você começar a fazer dança contemporânea. Logicamente, que se você já tiver feito aulas de outras danças, você já terá em sua bagagem musicalidade e coordenação, mas nada impede que comece a dançar contemporâneo sem ter feito outras modalidades antes. 

O que acontece é que a maioria das escolas não oferece esse estilo para crianças muito pequenas, o que faz com que normalmente as pessoas já tenham dançado outras danças antes de fazer as aulas de contemporâneo. Outras escolas sugerem que faça aulas de clássico antes, para construir uma base técnica.

e a pergunta dela continuou:
"E gostaria de saber mais sobre essa dança,sou apaixonada por ela"

Esta modalidade de dança se desenvolveu em meados do século XX, tornando-se uma das mais conhecidas, justamente por não se prender aos padrões estéticos dos demais gêneros da dança, propondo intensas inovações e experimentações coreográficas, que muitas vezes misturam ritmos como o ballet, o jazz e o hip hop.

Ela não se define por técnicas ou movimentos, o que possibilita ao bailarino autonomia para construir suas próprias coreografias a partir de métodos como a improvisação, o contato com o chão ou com outro personagem cênico e a utilização de figurinos interativos com a coreografia.

A criação dentro da dança contemporânea é um processo que alia os métodos da composição coreográfica com temas relacionados com questões políticas, sociais, culturais, autobiográficas, comportamentais e cotidianas.

Ela também traz à tona a inserção de outros elementos artísticos para a dança, como o vídeo, a fotografia, as artes visuais, a cultura digital como um todo, que permite uma transformação de movimentos reais em virtuais e vice-versa, modificando a percepção do que se entende como movimento.

Outra parte importante para o processo criativo na dança contemporânea é o corpo humano. Sua fisiologia e anatomia ganham uma importância para a coreografia, pois possibilita que o bailarino tenha uma melhor conscientização dos seus movimentos.

Dança Contemporânea no Brasil
No Brasil, a dança contemporânea teve o seu início em meados da década de 40, por meio do casal Klauss e Angel Vianna.

Klauss foi pioneiro na pesquisa e desenvolvimento da técnica somática, criada com o objetivo de proporcionar a consciência corporal dos seus praticantes, trabalhando corpo e mente, além da manutenção de sua saúde. Ela utiliza técnicas que ampliam o treinamento técnico em dança. Ele também foi o primeiro bailarino a utilizar o termo “expressão corporal” no Brasil.

Referência: significados.com.br