Ballet de Repertótio - Sonho de uma noite de verão

Esta é uma história que mistura o sonho com a realidade, o mundo mágico com o mundo dos homens, confundido e brincando com quem a escuta ou lê, mas encantando o coração de todos os que gostam de aventuras.

Começa num grande castelo, no quarto de Hipólita, uma moça nobre que vai se casar com o duque Teseu. Os últimos preparativos estão sendo feitos e as amigas da noiva, Helena e Hermia, ajudam a terminar o vestido das núpcias. Outros amigos cuidam das danças e brincadeiras.
Num determinado momento, após obter a licença de Hipólita, o responsável pelo cofre do palácio chega ao quarto trazendo as jóias do casamento, ele vem acompanhado pelo oficial Demétrio, antigo noivo de helena, que agora procura em vão conquistar o amor de Hermia.
O jardineiro Lizandro é outro que se aproxima trazendo muitas flores lindas para enfeitar o salão. É também por Hermia que ele devota os mais nobres sentimentos de paixão, nos quais tem a sorte de ser correspondido. Às escondidas, Lizandro consegue entregar uma carta a Hermia, marcando um encontro no bosque. Uma pequena clareira enfeitada por um ramo de oliveira marcará o lugar onde devem se encontrar. Helena, cheia de ciúmes por não ser mais a preferida, encontra a carta, guardada pela amiga, e mostra a Demétrio.
Supervisionando o final de arrumação dos jardins e salões, o noivo Teseu faz uma visita à sua noiva, oferecendo-lhe uma rosa de presente e, acreditando não ser observado por ela, tenta conquistar suas amigas com gesto e palavras doces. Hipólita percebe a tentativa do noivo e fica indecisa e angustiada. Começa a pensar muito, o que sente ou não amor pelo futuro marido.
Nesse momento chega ao castelo um grupo de saltimbancos pedindo licença para oferecer de presente a representação de uma peça de teatro durante a festa de casamento. Eles gostariam de aumentar a alegria e o divertimento dos convidados.


No fim do dia, sozinha em seus aposentos, Hipólita encontra a carta de amor de Lizandro para Hermia. Sente ciúmes, percebe suas dúvidas em relação ao noivo e confusa, pensativa, ela adormece e começa a SONHAR.
Não muito distante dali, chega à noite na floresta. Num recanto do bosque das fadas, importantes acontecimentos tem seu lugar. Provada por ciúmes, começa uma briga entre os namorados: Titânia, tainha das fadas, e Oberon. Este, cheio de raiva, entrega ao fiel Puck uma flor mágica: ao ser encostada sobre os olhos de alguém que esteja dormindo, provoca-lhe um grande sentimento de amor pela primeira pessoa que encontra após ter acordado. Com essa flor e esse feitiço, Puck deveria fazer uma brincadeira com Titância, confundindo-a em seus sentimentos
Em algum outro ponto das florestas – ainda no sonho de Hipólita – Lizandro e Hermia estão perdidos após ficarem muito tempo tentando achar o local onde marcaram o encontro. Afinal, muito cansados, acabaram adormecendo em lugares diferentes.
Por causa da escuridão do bosque, Puck se engana e coloca a flor do amor sobre os olhos de Lizandro. Casualmente é Helena quem o acorda e imediatamente ele se apaixona por ela. Helena fica confusa e foge sem entender o que se passa com seu antigo noivo. Ao mesmo tempo Hermia fica confusa e foge sem entender o que se passa com seu antigo noivo. Ao mesmo tempo Hermia desperta e recomeça a procurar seu amado.
Numa grande clareira do bosque, começam os ensaios da peça oferecida para o casamento. Lá chegando Puck se diverte observando toda aquela agitação. Encantando e querendo brincar com os atores, ele transforma a cabeça de uma deles numa cabeça de burro. Assustados, os participantes do grupo fogem, deixando o pobre encantado sozinho e confuso, sem entender o que está acontecendo.
Depois da briga com Oberon, a rainha Titânia com seu cortejo segue bosque adentro para se distrair. Depois, adormece num recanto perto de uma cascata e só então Puck a encontra e coloca a flor do amor nos seus olhos. Acordada por acaso pelo ator com a cabeça de burro, ela se apaixona loucamente por ele.
Oberon, que passeava pela floresta, depara-se com Demétrio, que continuava apaixonado por hermia e infeliz com seu destino. Percebendo o erro de Puck ele ordena que este conserte as coisas. Tentando corrigir suas falhas o confidente brincalhão pega novamente a flor e aplica seu feitiço em Demétrio. Helena, que saíra para o bosque a procura de paz, tropeça no homem adormecido, que acorda e transfere para ela toda a sua paixão.
Reconhecendo a confusão total. Oberon chama Puck e agora o obriga a colocar os amantes em seus devidos lugares para reencontrarem suas paixões verdadeiras. Puck, usando de seus poderes, faz com que todos durmam novamente, coloca os amantes verdadeiros lado a lado e utiliza novamente a força da flor.
Ao acordar, Titânia é libertada do seu amor pelo ator desconhecido e faz as pazes com Oberon. Helena, Lizandro, Hermia e Demétrio acordam e se abraçam com muito amor. O grupo de atores se reencontra, já sem a “cabeça-de-burro” entre eles.
Hipólita, ainda sonhando, recostada no sofá, é acordada carinhosamente por Teseu e o amor renasce entre eles. Depois desse sonho, que parece, não foi só da noiva em dúvida do seu amor, os outros casais, certo da felicidade, pedem licença para se casarem na mesma festa.