Ballet Infantil - Quando começar?

Encontrei esse texto da Maria Helena S. Castro D'Ancora, Bacharel em esporte pela USP, especializada em ginástica artística, psicomotricista e licenciada em Ed. física, que fala sobre idades e ballet. Muito interessante para quem trabalha com ballet infantil.


"O Ballet é o sonho de praticamente toda menina. Quem já não sonhou em rodopiar em cima das sapatilhas, vestir aquelas roupas maravilhosas e sonhar, sentindo-se uma princesa? Sim, esses são os sonhos que passam de geração em geração. No entanto, o ballet precisa ser praticado seguindo orientações de professores especializados e em locais apropriados. Mas, e quando começar? Qual a melhor idade? Quando minha filha vai dançar na ponta? Quais os benefícios do ballet? Dúvidas como essas são frequentes e constantes.
O ballet clássico consiste em unir a técnica, a música e a atuação nos movimentos. São habilidades que as crianças vão adquirindo pouco a pouco por meio de exercícios e posturas. Exige disciplina, boa postura e ritmo.
O ballet traz muitos benefícios às crianças. Traz leveza, graciosidade, disciplina e dedicação. Os exercícios desenvolvidos em aula trabalham a coordenação motora e a consciência corporal. Ao entrar em contato com a arte, música clássica, histórias e figurinos, a criança passa a trabalhar sua imaginação e a criatividade, principalmente as relacionadas com os contos de fadas.  Os exercícios com música desenvolvem também a musicalidade que será essencial na vida de uma bailarina. Além disso, trabalha a flexibilidade e a força muscular.
O estudo sério do ballet só poderá ser iniciado a partir dos sete anos, sendo a idade ideal nove anos. Antes disso é recomendado apenas as aulas de baby class ou iniciação musical. O objetivo dessas aulas é apresentar o ballet às crianças, introduzindo-as ao ritmo utilizando para isso músicas infantis, danças de roda e palmas. É também a fase para se trabalhar a coordenação motora global. O ballet acadêmico, nessa fase, é contraindicado em todos os sentidos (físico e mental). A partir dos sete anos a criança já começa a tornar-se apta à participar das aulas de ballet propriamente dita. É aqui que começam a surgir as técnicas e o refinamento das habilidades motoras básicas adquiridas nas aulas de baby class"