Curiosidade sobre Margot Fonteyn - Por Janaína Barros

Margot Fonteyn, nasceu 'Margaret Evelyn Hookham",era filha de pai ingles e mãe irlandesa descendente,(pasmem), de brasileiros, filha do industrial Antonio Fontes. Ela transformou "Fontes" em "Fonteyn" e Margareth em "Margot.


Era uma bailrarina muito popular na década de 40 quando ingressou no Royal Ballet de Londres onde recebeu das mão da rainha Elisabeth o titulo de Dama, em 1956.
Tornou-se primeira bailarina aos 16 anos, foi aluna de Ninette de Valois e teve como coreografo Frederik Asthon de quem era musa inspiradora e interprete ideal para suas coreografias dentre elas "Ondine.

O ápice de sua carreira foi em 1961 quando o Rayal Ballet visitou a Russia; logo depois em 1962 ela passa a dançar com Rodolf Nureyev, bailarino russo, exilado e 20 anos mais jovem que ela e com quem dançou por 20 anos.



chegou ao auge do sucesso aos 43 anos, foi presidente do Royal Academy of Dance em 1954 e no ano seguinte casou-se com o embaixador do Panamá pra onde mudou-se mais tarde e por questões politicas foram exilados, porem foi nessa época que Madame Fonteyn chegou a se apresentar no Teatro Municipal Do Rio de Janeiro.

Em 1989, com a morte do marido, ela optou por morar reclusa numa fazenda em EL Higo cidade que fica a pouco mais de 1 hora da capital do Panamá, numa casa modesta, onde recuperou-se de uma série de operações nos quadris.
Margot Fonteyn , faleceu vitima de um cancer, aos 71 anos, em 20 de fevereiro de 1991. antes de morrer foi homenageada junto a Nureyev como a grande dama do ballét.