Tricô Bailarinístico - Por Janaina Barros

Esqueci de contar...
Outro dia estava numa academia de ballet, onde fui fazer uma aula avulsa e ouvi uma estudante comentando que estaria faltando às aulas, pois estava muito desmotivada. DESMOTIVADA?
Fiquei pensando no que seria motivação para ir a uma aula de ballet.


Qual é a real motivação de um bailarino, haja visto que as dores são contantes, o dia a dia não é fácil e não ha medalhas ou prêmios fabulosos, muitas vezes nem um solinho ou reconhecimento a seus esforços?

Que "motivação" teria um bailarino para ir às aulas? Nunca ouvi nem um bailarino profissional falar:
- eu cheguei a onde cheguei porque tinha doses motivacionais diárias!
Aí eu pergunto: em capsulas ou em gotas?

Quem tem como objetivo definido, o proposito firme de ser bailarino, precisa de DISCIPLINA!

Manter-se focado, concentrado, em uma dedicação estruturada e continua sem se dispersar com as facilidades do dia a dia ou pensando numa "motivação' para ir fazer aula.

Sem disciplina não se extrai excelência no desempenho.
Esperar um estado mental ou emocional particular para ir ou não fazer aula é um erro.

Por isso treine-se para chegar a seus objetivos, não espere que, a partir de fatores externos ou mudanças de humor, isso aconteça.

Se você espera motivação, dias de sol, arco iris, e nuvens cor de rosa para ir fazer o que tem de ser feito, e ainda mais se sua meta é tornar-se um bailarino ou uma bailarina, esqueça!
Quando você para e pensa: "Preciso de motivação!" Está na hora de rever seus conceitos.
Esperar motivar-se é perca energia, é desfocar-se do que realmente merece atenção e precisa ser feito.
Não ha dias perfeitos, nem exercícios mais importantes que outros, dores que doam mais do que o que realmente importa; e o que realmente importa? Neste caso, o Ballet!
Não perca preciosos minutos de seu dia buscando automotivar-se e insistir na fantasia que só devemos fazer as coisas que estamos a fim de fazer, ou que só faremos bem aquilo que estamos afim de fazer.

A motivação tem prazo de validade, já a disciplina é constante, como uma máquina que, colocada em funcionamento, passa a fornecer energia a todo o sistema.
Por isso bailarinos e bailarinas, não percam tempo tentando marinar-se em motivação!
Beijos
Tia Jana!

Comentários

FALE COM O MUNDO BAILARINÍSTICO

Nome

E-mail *

Mensagem *