Musicalização no Ballet infantil - atividades rítmicas

Trabalhar a musicalidade da criança desde o baby class é muito importante para que ela já comece a ter noção de ritmo enquanto dança. Algumas crianças já apresentam facilidade nessa questão, mas muitas delas chegam às aulas com bastante dificuldade e é muito difícil também para o professor introduzir e explicar.

Minha sugestão de hoje é o trabalho de musicalização nas aulas do Ballet Infantil através da utilização de alguns instrumentos simples: Tambor e chocalho! Eu me lembro de ir ao ballet, ainda pequena, com um côco (que era meu tambor) e 2 pedacinhos de madeira para bater nele. Cabe à professora pensar em como ter esses instrumentos.

O tambor é talvez o instrumento musical mais primitivo. Tem a ver com o ritmo de qualquer música, mas também está associado à comunicação entre as pessoas. Lembre-se de que os indígenas africanos se comunicam à distância por tambores. Da mesma forma, o chocalho é outro instrumento de percussão muito importante. Em nossa atividade, vamos fazer as duas coisas: marcar o ritmo e nos comunicar usando o tambor e o chocalho.

Quanto ao tambor, você pode improvisá-lo com um balde, uma caixa de papelão, ou mesmo confeccionar com sucata o seu próprio tambor. Já o chocalho pode ser feito com uma lata de refrigerante cheia de pedrinhas ou grãos de milho. Ou ainda um potinho plástico de iogurte, ou garrafa plástica de bebida láctea. Enfim, use a criatividade para fazer seus instrumentos de percussão usando sucata, aproveitando para reciclar o que seria descartado c omo lixo.

Confeccionados os instrumentos de percussão, você poderá combinar o tambor e o chocalho para fazer diversas atividades interessantes, e, principalmente, utilizá-los na percussão em atividades de musicalização.

Tambor x Palmas

Nesta atividade você tocará compassos no tambor e pedirá para as crianças repetirem os mesmos pulsos, na mesma velocidade, batendo palmas. Primeiro, explique a atividade com toda a calma, certificando-se de que todos entenderam o exercício. Depois, comece a praticar, como se estivesse ensaiando. Toque os compassos, ouça o resultado e, se necessário, faça as devidas orientações.

A seguir, você tornará a atividade um pouco mais complexa. Oriente as crianças para que batam palmas, quando você bater no bumbo, e batam os pés no chão, quando você bater a baqueta na lateral do bumbo. São dois sons bastante diferentes, fáceis de serem intercalados.

Chocalho

Como a brincadeira do bumbo, esta é uma atividade para trabalhar a concentração e a percepção. Você distribuirá chocalhos artesanais para todos os alunos. Depois irá orientá-los da seguinte maneira: o professor tocará o tambor, dando batidas seguidas, sendo que uma delas será mais forte; já os alunos tocarão o chocalho toda vez que o professor bater mais forte.

Mais uma vez, oriente, ensaie e corrija os erros, e, depois, inicie a atividade, de maneira simples no começo, tornando-a mais complexa com o tempo.

Fonte: CPT