Preciso emagrecer para o espetáculo: o que eu faço? Por Danielle Fava

Olá bailarinos, tudo bem com vocês?

Aposto que tem muita gente preocupada com o tema de hoje. Com a proximidade do espetáculo, todos começam a se preocupar com o peso, seja para estar bem, esteticamente, no palco ou para caber no figurino. O fato é que, assim como em outros esportes, os bailarinos precisam ter um peso adequado e já falamos sobre isso anteriormente.



Porém, para conseguir emagrecer em tão pouco tempo, muita gente usa métodos que trazem diversos prejuízos para a saúde como restrição alimentar, realização de exercícios intensos, restrição da ingestão de líquidos, indução de vômitos, uso de laxativos e diuréticos. Todos esses métodos são muito perigosos para a saúde! E é muito pior quando isso acontece a cada campeonato ou a cada espetáculo.

Esses ciclos de perda e reganho de peso são chamados de weight cycling, e são muito comuns esportes como lutas, ginástica e ballet, nos quais os atletas precisam se manter dentro de uma faixa de peso pré-determinada.

Essa prática pode acarretar em modificações na composição corporal (com perda de massa magra), diminuição do metabolismo, aumento do risco para doenças cardiovasculares e problemas renais, além de comprometer o desempenho e performance dos atletas e até provocar uma série de desordens psicológicas.

{ Se você precisa emagrecer, faça de forma segura, procure ajuda }

Não faça nada sozinho. A perda de peso deve ser avaliada pelo nutricionista (preferencialmente que entenda de ballet ou no mínimo seja um nutricionista esportivo) e demais profissionais da saúde, considerando os vários efeitos adversos.

Gostou? Compartilhe com outros bailarinos!

 Leia outros posts da Coluna da Daniele, sobre nutrição - clicando aqui