Ballet dói?? Por Luciana Venturineli

Quem nunca escutou expressão “Ballet dói” não é mesmo? Já ouvi bailarinos profissionais dizerem que a dor faz parte da rotina.

Sabemos que sem sacrifício não há glória. Após uma aula bem feita, o ballet deixará lembranças. Dores musculares são comuns...mas e a sua coluna?
Devemos estar atentos às dores lombares. Hoje você pode tomar um analgésico, mas se os músculos do tronco  não estiverem fortalecidos, esta dor pode incapacitar seus movimentos.
A rotina de uma aula de clássico já prepara o nosso corpo para os movimentos de maior impacto na coluna. No entanto, para você não está sendo o suficiente. Existem exercícios simples que podem ser feitos para que o seus “centro de força”fiquem mais forte.

Prancha com apoio dos joelhos


Com as pernas, joelhos e cotovelos apoiados no chão, mantenha uma linha diagonal entre joelhos, quadril, ombros e orelhas. Sustente por 30 segundos na posição e saberá aonde fica o seu centro de força. 
Atenção: não deixe a coluna hiperestender relaxando o abdomen. Se tiver dúvida, converse com um profissional.

Ponte



Eleve sua pelve distribuindo o peso nas escápulas. Glúteos devem estar ativados e umbigo na direção da coluna. Repita o exercício dez vezes, subindo e descendo lentamente.

Gostou? Compartilhe com seus amigos que sofrem com dores na coluna! Até o próximo post.