Peculiaridades da dança em relação às lesões musculares

As lesões musculares mais frequentes ocorrem na região posterior da coxa, e entre os bailarinos isso não é exceção. Entre eles, porém, o padrão das lesões é diferente.


Na maioria dos atletas, como os jogadores de futebol e os corredores, por exemplo, as lesões ocorrem devido a contrações musculares muito intensas, como em uma corrida rápida. Em geral, essas lesões ocorrem pouco acima do joelho.

No caso dos bailarinos, as lesões ocorrem em movimentos relativamente mais lentos, porém com uma amplitude de movimento excessiva. A região acometida em geral é mais acima, próxima ao quadril, e infelizmente a recuperação destas lesões é mais difícil: a vascularização do músculo nesta região é pior, fazendo com que o tempo de recuperação seja mais prolongado; a dor nem sempre é um bom parâmetro, uma vez que costuma ser relativamente mais leve, dando a impressão de que a recuperação será fácil; as cicatrizações insuficientes e a re-rotura destas lesões são bem mais frequentes do que aquelas que ocorrem próximas ao joelho.


Fonte: Lesões na Dança